;

sexta-feira, 14 de outubro de 2016

Saiba tudo sobre o Doutor Estranho!


O filme do Doutor Estranho chega aos cinemas em menos de um mês, por isso resolvi criar essa postagem para aqueles que querem chegar aos cinemas conhecendo um pouco mais do personagem!

A parte da biografia é um resumo de tudo que li, então não está bem dividida em relação às HQs lançadas. Por isso se você quiser ler algo que eu descrevi aqui é melhor procurar as referências que estão no fim da postagem. E atenção: a postagem inteira pode conter spoilers sobre as HQs, não só do personagem, como também de várias outras sagas!

"Você sabe qual o maior presente que recebemos nessa vida? O maior presente que podemos receber é ter a chance, ao menos uma vez na vida, de fazer a diferença."
– Dr. Stephen Strange (Doutor Estranho)




O Doutor Estranho fez sua estreia em julho de 1963, na revista Strange Tales #110. A Strange Tales, apesar do nome, não tem nada a ver com o Estranho. Na verdade, ela contava algumas histórias com uma temática de terror e suspense, e como você pode ver pela numeração o herói só apareceu em suas páginas depois de mais de 100 edições, onde ele começou a dividir a revista com histórias do Nick Fury e dos Agentes da S.H.I.E.L.D.. A ideia do personagem veio de Steve Ditko, inicialmente como uma história de magia negra para preencher umas cinco páginas da revista. Steve Ditko e Stan Lee, a lendária dupla dos quadrinhos, foram os responsáveis por contar as primeiras histórias do mago.
Nessas poucas páginas Doutor Estranho enfrentava alguns inimigos demoníacos em histórias que começavam e acabavam na mesma edição, até que foi fazendo sucesso e ganhou mais espaço. Historinhas maiores e com continuações foram criadas e novos personagens desenvolvidos. Stan Lee cuidava do roteiro, enchendo as páginas com grandes discursos, palavras complicadas e rebuscadas e uma história que instigava o leitor a acompanhar cada edição, usando como estratégia o que os filmes da Marvel fazem hoje: ele citava diversas vezes o vilão Dormammu nos quadrinhos, fazendo com que os fãs ficassem mais ansiosos e curiosos para ver a batalha final contra esse inimigo. E a arte ficava por conta de Steve Ditko, que deu um jeito de transferir ao papel o máximo de cores, formas, deixando as páginas bem psicodélicas.

No final dos anos 60 Stan Lee deixou de escrever vários títulos e um deles foi o Doutor Estranho. Na sua saída Ditko também se foi. A Strange Tales foi cancelada, mas o Doutor Estranho ganhou uma revista própria dando continuidade a sua história, tanto que a numeração continuou de onde Strange Tales havia parado.
Roy Thomas começou a escrever os roteiros e Gene Colan ficou com a difícil tarefa de substituir Ditko. Colan era especialista em quadrinhos de terror, mesmo tendo trabalhado com Capitão América, Demolidor e Homem de Ferro, ele ainda é mais lembrado pelos seus quadrinhos de vampiros e pela cocriação do Blade. A dupla deu um tom mais obscuro ao personagem e suas histórias agora contavam com demônios assustadores.

Quando a revista começou a não vender o esperado ela também foi cancelada e Strange foi parar na Marvel Feature, onde ele começou a aparecer em histórias de uma nova equipe, os Defensores, onde o mago aparecia com Namor e o Hulk. O grupo foi criado por Roy Thomas, mas quando a ideia foi para frente e ganhou um título próprio ele foi deixado de lado e substituído por Steve Eglehart.
Nesse tempo, com o personagem estrelando as HQs na Marvel Premiere e desenhado por Frank Brunner, o roteirista se inspirou nos contos de H. P. Lovecraft, adaptando-as ao mundo dos super-heróis e colocando o Doutor Estranho nelas como protagonista. Eglehart criou personagens memoráveis, como Sise-Neg e Shuma-Gorath.
Infelizmente a Marvel Premiere foi escalada para ser publicada bimensalmente, o que fez as vendas caírem bastante. Então começou uma série de demissões e contratações de roteiristas, e todos os novos escreviam histórias mais "pé no chão", deixando de lado a parte cósmica e focando mais em aventuras heroicas na Terra.
Os grandes fãs de quadrinhos devem conhecer Frank Miller (responsável pelo sensacional O Cavaleiro das Trevas do Batman, entre outras obras). Ele quase escreveu para o Doutor Estranho ao lado de Roger Stern. Ao contrário de Miller, Stern permaneceu, mas teve de enfrentar uma troca de desenhistas quase que constante.
Ainda muitos outros desenhistas e roteiristas cuidaram do personagem que teve seus altos e baixos nas publicações. O personagem tinha pouca participação até que, pós-anos 2000, as revistas dos Novos Vingadores traziam Strange com mais destaque.
Após a megassaga Guerras Secretas de 2015 e início da All-New All-Different Marvel, Doutor Estranho voltou a ter um título próprio.



Stephen Vincent Strange nasceu em novembro de 1930, na Filadélfia, a cidade mais populosa do estado da Pensilvânia. Seus pais, Eugene e Beverly Strange, não são naturais da Filadélfia, apenas estavam de férias lá quando Stephen nasceu. Ele tem dois irmãos mais novos, Donna e Victor.
Stephen viveu uma vida normal por alguns anos, até que o mundo mágico descobriu profecias de que ele seria o próximo Mago Supremo da Terra. Buscando acabar com Stephen o mais cedo possível, o Barão Mordo (falarei melhor sobre ele na guia Inimigos) lançou feitiços sobre o garoto e o fez ter pesadelos horríveis que durariam sua vida inteira.

Mesmo convivendo com o terror em sua própria mente, ele formou-se em medicina com um tempo recorde na Universidade de Columbia e logo depois foi fazer residência no Hospital de Nova York, onde ficou por cinco anos. Antes de atingir 30 anos de idade ele já havia consolidado sua carreira como neurocirurgião. Nesse meio período ele perdeu sua mãe, e isso, aliado à sua ascensão meteórica, o tornou muito mais egoísta, arrogante e ganancioso.
Por anos ele esteve nadando em dinheiro, passava dias em festas e bebedeiras, se envolvia com várias mulheres diferentes, enfim, era o mais materialista que um ser humano poderia ser. A única vez que chegou perto de se apaixonar, e foi também a primeira vez em anos em que ajudou alguém, aconteceu quando uma intérprete das Nações Unidos, Madeline Revell, chegou baleada ao seu hospital. Os dois quase se casaram, mas Madeline não suportou o materialismo de Stephen e o abandonou.

Stephen não suportou acompanhar seu pai quando este adoeceu, por isso não o visitou no seu leito de morte. Victor ficou irritado com isso e após uma briga com o irmão acabou batendo o carro e morrendo também.

A vida de Strange sofreu mais um impacto drástico quando ele se envolveu em um acidente de carro no ano de 1963. Essa história já foi contada em diversas edições, por isso sofrem algumas divergências, principalmente quanto ao motivo do acidente. Algumas falam do excesso de velocidade, outras da pista molhada, do cansaço, do estresse e até mesmo uma tentativa de suicídio, já que Stephen estava atormentado demais com os pesadelos e a perda de seus pais e irmão.
O acidente afetou seriamente suas mãos, destruindo os nervos. Outro médico prodígio, Nicodemus West, se encarregou de operar Strange e conseguiu um feito incrível, que foi impedir a amputação dos membros. Apesar disso, as mãos de Strange perderam estabilidade, precisão e habilidade que um cirurgião precisava, acabando com a sua carreira. Stephen passou a odiar West, culpando-o por não conseguir fazer um trabalho melhor.

A partir daí Stephen começou a rodar o mundo, gastando todo seu dinheiro, em busca de uma cura para suas mãos, já que seu orgulho o impedia de trocar de emprego ou servir como ajudante nas cirurgias. Ele diz "Eu devo ser o melhor, o maior, ou então... nada!". Quase falido e mergulhado na bebida, Strange viu esperança ao escutar sobre um curandeiro que supostamente poderia acabar com qualquer enfermidade. Stephen então foi até o Tibete procurar pelo curandeiro, chamado por todos apenas de Ancião.

Após uma longa jornada, Stephen encontrou o lar do Ancião e seus discípulos nas montanhas tibetanas. No primeiro encontro, o Ancião se recusou a curar Strange, entretanto ofereceu-se para treiná-lo nas artes místicas. Strange ficou decepcionado e decidiu voltar para casa. Porém uma nevasca o impediu de ir embora. Enquanto esperava, ele presenciou um ato de traição de um dos aprendizes do Ancião, o próprio Mordo. Incrédulo ao presenciar a magia ele foi contestar Mordo, mas este lhe lançou um feitiço que o impedia de contar ao Ancião sobre a traição.

Stephen ficou desesperado e pediu para o Ancião lhe treinar, assim poderia defendê-lo. Ao ver tal ato de altruísmo, o Ancião removeu os feitiços de Strange e lhe contou que sabia de tudo sobre Mordo desde o começo.
Após muitos anos de treinamento, o Ancião enviou Stephen de volta para os Estados Unidos com um endereço específico para ele se mudar, a casarão abandonado Sanctum Sanctorum, e um novo ajudante, Wong. Lá ele começou a ter contato com novas influências místicas e passou a atender pessoas que sofriam com algum tormento sobrenatural. Não demorou muito até que precisasse agir como um herói, e mesmo quando não ia para a ação ele acabava sendo um ótimo consultor para outros super-heróis.

Mordo continuou a atormentar o Doutor Estranho com seus planos, agora para trazer o temível Dormammu a dimensão da Terra. Enquanto frustrava os planos de Mordo e enfrentava outros inimigos, Dormammu foi chegando cada vez mais perto. Ele começou a controlar Mordo e fez com que este despertasse centenas de seres místicos ao redor do mundo, juntando também vários asseclas, todos disponíveis a caçar o Strange. A única pista que Strange tinha era algo relacionado à "eternidade", palavra que o Ancião murmurava após entrar em um transe esquisito. Stephen viajou o mundo inteiro, procurou vários magos, tudo isso enquanto era caçado. Quase sendo derrotado e sem mais escolhas ele decidiu invadir a mente do Ancião para entender o segredo da eternidade. Após passar por diversas barreiras e feitiços ele finalmente entendeu para onde deveria ir.

E então ele encontra com... a Eternidade! Uma das entidades cósmicas mais poderosas de todas, a personificação do universo. Os dois conversam, mas Eternidade não quer intervir e ajudar.
Dormammu finalmente resolve intervir diretamente, transportando Estranho para sua dimensão. O vilão organiza uma verdadeiro espetáculo, convocando até mesmo reis de outros domínios para assistir. Mesmo muito ferido por um ataque anterior de Mordo, Strange consegue encarar Dormammu e os dois começam uma batalha épica. Strange vence, apesar de ficar muito debilitado.

A derrota de Dormammu abalou as dimensões mágicas e permitiu a ascensão de novos vilões, como Umar e Kaluu, o que colocou em perigo também sua nova namorada, Clea. (Vou escrever mais sobre esses personagens nas guias seguintes).

A ameaça de Umar foi extremamente significativa. Mesmo derrotada em sua dimensão, ela foi à Terra mais poderosa do que nunca, deixando Strange e o Ancião sem opções de defesa. Eles recorreram à medidas desesperadas, libertando o demônio mais poderoso de todos, Zom. Umar usou seus poderes para fugir na hora em que viu o monstro. Embora a vilã tenha ido embora, restava agora acabar com o que tinham criado. O Ancião então resolveu ampliar os poderes de Strange fundindo sua essência mística à dele. Estranho conseguiu derrotar a forma física de Zom, mas ainda restava seu lado místico. Entretanto não foi preciso uma batalha, pois a libertação de Zom causou um desequilíbrio universal tão grande que ninguém menos que o Tribunal Vivo (um dos seres mais poderosos do multiverso) apareceu para intervir. O que restou de Zom fugiu.

O Tribunal Vivo estava disposto a destruir a Terra como forma de reequilibrar o universo, mas Strange não iria deixar e enfrentou bravamente um ser claramente superior. Por incrível que pareça, o mago resistiu aos ataques da entidade e até mesmo recebeu elogios. Então, o Tribunal decide poupar a Terra.

Algum tempo depois o ser onipotente Shuma-Gorath tentou atacar a Terra, o que acabou levando o Ancião a uma morte física (agora ele vive apenas em espírito). Estranho consegue derrotá-lo também com muito esforço. Após isso ele finalmente se torna o Mago Supremo da Terra!

Sem seu mestre para guiá-lo, Estranho ainda enfrenta uma ameaça imensa, o mago Sise-Neg. O confronto os leva até o início dos tempos, onde Strange se torna o primeiro ser humano mortal a presenciar os primeiros instantes de vida do universo. Ele derrota o inimigo e esse é um grande marco para mostrar que ele merece o título de Mago Supremo.
Após ser banido para outra dimensão pelo vilão Asmodeus, Strange volta usando um novo traje, com o objetivo de adquirir uma personalidade pública de herói. Essa fase dura um tempinho e ele logo abandona a máscara. Entre uma de suas grandes aventuras está a jornada para acabar com a maldição do vampirismo. Ele consegue pesquisar a fórmula Montesi, que destrói os vampiros, e com a ajuda de Hannibal King, Blade e dos Vingadores ele consegue matar o terrível Drácula.

Doutor Estranho veio ainda a enfrentar, além de demônios e vampiros, vários deuses e alienígenas. Para evitar ou prevenir mais ameaças ele se junta com outros heróis e cria o grupo secreto dos Illuminati.

Da noite para o dia uma série de eventos começou a atingir os Vingadores, como uma explosão que matou o Homem-Formiga, um ataque de loucura na Mulher-Hulk que a faz rasgar o Visão ao meio e um ataque de Ultrons e alienígenas que acaba com a morte do Gavião Arqueiro.  Doutor Estranho foi o primeiro a descobrir a causa desses eventos: um surto da Feiticeira Escarlate. O mago confronta diretamente a feiticeira em uma batalha incrível, e ele sai vencedor. Magneto aparece para levar a filha, enquanto os Vingadores decidem que não conseguirão mais ser uma equipe novamente.

Quando o Ato de Registro dos Super-humanos levou os heróis à uma guerra civil, Doutor Estranho foi consultado sobre seu posicionamento, mas ele preferiu ficar neutro e se isolou no Ártico para meditar.
Porém não demorou muito até os Novos Vingadores, que eram fugitivos do governo e dos pró-Ato de Registro, buscarem o Sanctum Sanctorum atrás de lugar seguro. Juntos, Strange e os Novos Vingadores começaram a perceber a presença de alienígenas skrull entre os heróis.

Em meio a tanta confusão o Hulk volta para a Terra em busca de vingança, achando que os Illuminati também foram responsáveis por explodir o planeta onde ele morava com sua nova família. Ele derrota o Raio Negro e o Homem de Ferro. Stephen busca uma abordagem diferente dos dois amigos derrotados. Ele não procura lutar, prefere entrar na mente de Bruce Banner e conversar com ele tentando lembrar da sua amizade, além de tentar explicar que os Illuminati não tinham culpa pela explosão do seu planeta.
Bruce aparentemente aceita conversar e pedir desculpas, porém isso serviu apenas para Strange baixar a guarda. Ele se torna o Hulk novamente e esmaga as mãos do mago. Sem muitas alternativas, Strange usa seu último recurso e invoca o demônio Zom, usando seu próprio corpo como receptáculo. Strange leva vantagem, mas percebe que seu excesso de poder está sendo prejudicial aos milhares de inocentes a sua volta. Tentando recuar seus poderes, ele é derrotado e obrigado a lutar contra os demais Illuminati em uma arena de gladiadores montada pelo Hulk no Madison Square Garden. Quando o Sentinela enfrenta o Hulk e salva os Illuminati, Strange retorna para casa muito abalado pela sua escolha.
Na seguinte reunião dos Illuminati para conversarem sobre a invasão dos skrull todos os seus membros percebem que não podem confiar uns nos outros e se separam permanentemente. 

No Sanctum Sanctorum, Strange enfrenta uma crise e passa mal enquanto estava com os Novos Vingadores. Nesse mesmo momento inoportuno o Capuz e sua gangue de criminosos (alguns bem famosos, como o Retalho e a Madame Máscara) invadem a casa e uma grande luta começa. Em visível desvantagem dos Novos Vingadores, Strange decide usar uma magia proibida que emana uma grande energia vermelha e derrota os seus inimigos, mas também afeta seus aliados. Felizmente, Wong consegue conjurar um feitiço e salvar os amigos. 
Depois de tudo isso, invocar um demônio perigoso, usar magias proibidas e tudo mais, Strange começa a questionar-se e decide que falhou como Mago Supremo. Então, ele abandona o título e os Novos Vingadores.

Após algum tempo vagando pelo mundo, Stephen volta aos Estados Unidos para procurar seu sucessor que seria escolhido pelo amuleto Olho de Agamotto. Ele busca Wiccano, um jovem mago com muito potencial, mas nesse momento é atacado pelo Capuz (que estava fundido com Dormammu) e quase morre, indo buscar ajuda com os Novos Vingadores. A equipe o ajuda a procurar o novo Mago Supremo antes que o Capuz o ache. Finalmente, encontram o escolhido: o Irmão Vudu, que com o novo título passa a se chamar Doutor Vudu.

O tempo de Vudu como Mago Supremo não dura muito, já que ele morre em uma batalha e seu irmão, Daniel Drumm, culpa Stephen por isso (afinal foi ele que, na concepção de Daniel, passou o título ao seu irmão). A questão é que Daniel é um espírito assassino capaz de possuir e controlar o corpo dos outros. Ele comete assassinatos para incriminar Strange e possui os seus amigos, como Thor, Demolidor e Homem de Ferro, fazendo-os brigar uns com os outros até a morte (mas ninguém morre, calma). Possuindo todos os Novos Vingadores e os Poderosos Vingadores, Daniel aceita o desafio e enfrenta o Doutor Estranho. Entretanto Strange havia percebido que Daniel não matou pessoas somente para incriminá-lo, mas também porque eram usuários de magia negra e o espírito é fraco contra isso. Após enfrentar todos os heróis possuídos, Strange usa magia negra para deter Daniel e exorcizá-lo de uma vez por todas. Após essa vitória, o Ancião aparece e devolve para seu discípulo o Olho de Agamotto e o Manto da Levitação, restaurando seu título de Mago Supremo.


E então chegam as incursões. Elas são fenômenos onde universos se colidem e extinguem-se para sempre. Os Illuminati se reúnem mais uma vez, com dois membros diferentes da primeira formação: o Capitão América e o Fera (que substituiu Xavier).
O único jeito de salvar a Terra seria destruindo os outros universos que iriam se colidir com ela, então eles decidem usar a Manopla do Infinito. O Capitão é escolhido para manuseá-la, porém ele se sente mal em destruir outro universo e a manopla acaba não funcionando, inclusive as joias se despedaçam no processo. Capitão América continua discordando dos demais Illuminati, então eles decidem expulsá-lo. Strange então apaga as memórias de Steve sobre o grupo.

O Mago Supremo, em busca de uma salvação para os mundos, vai até uma dimensão perdida, no Mercado dos Pecadores, fazer uma arriscada barganha onde ele troca sua alma por mais poder. Os Illuminati acompanham todas as incursões usando uma máquina do Senhor Fantástico e percebem que a Terra está prestes a sofrer uma colisão. Como a única forma de acabar com isso é destruindo o universo que irá colidir, o grupo decide tomar uma atitude. Strange está junto para enfrentar os defensores desse outro mundo, a Grande Sociedade. É uma batalha difícil e os Illuminati quase são derrotados, porém Strange os salva ao liberar um poder oculto que trucida a Grande Sociedade. Namor então é o único que tem coragem de fazer o que os Illuminati vinham evitando: ele destrói o outro mundo. Culpados pelo que fizeram, a equipe se separa e cada um vai para seu lado.

Doutor Estranho então aliou-se aos Sacerdotes Negros, um grupo que buscava salvar o Multiverso destruindo alguns universos em busca de estabilidade. Strange os havia observado na máquina do Senhor Fantástico e logo dominou sua magia, tornando-se líder do grupo. Todos tinham um inimigo em comum, sempre citado desde que descobriram as incursões: Rabum Alal, cujo objetivo era destruir todos os universos e obter seus poderes, tendo para isso a ajuda de uma seita com seguidoras conhecidas como Cisnes Negras. Strange então busca respostas em um ponto fora do Multiverso observável, a Biblioteca dos Mundos. Chegando na biblioteca os Sacerdotes Negros caem em uma armadilha das Cisnes Negras e todos são eliminados, com exceção do Mago Supremo, que é levado até Rabum Alal. Para a surpresa de Stephen, Rabum era ninguém menos que o Doutor Destino.

Destino estava em uma cruzada para destruir os Beyonders, uma raça alienígena quase onipotente que no início dos tempos instalou em casa universo um Homem-Molecular. Se ele morresse o universo onde ele estava também morria. Tudo isso era um grande experimento dos Beyonders, inclusive estes derrotaram todos os Celestiais e várias Entidades, como o Tribunal Vivo e a Eternidade. Para impedi-los, Destino criou a seita das Cisnes Negras para agilizar o processo de matar os Homens-Moleculares e roubar o seu poder, o que gerou a destruição de muitos universos mas deu um enorme poder ao vilão. Depois de contar tudo isso, Destino leva Estranho até os Beyonders e os confronta, acabando com os aliens. Milhões de universos são destruídos, porém Destino consegue usar seu poder divino para reunir vários pedaços de mundos mortos e criar o seu próprio universo, o Mundo de Batalha, tudo o que restou.

Nesse novo mundo, Strange é o Xerife de Agamotto, responsável por deixar o Deus Destino informado do que acontece no mundo. Pouquíssimos seres sobreviveram a criação desse novo mundo, por isso Stephen fica surpreso ao reencontrar seus amigos, como Senhor Fantástico e o Homem-Aranha, oito anos depois do Mundo de Batalha ser formado. De alguma forma eles haviam sobrevivido e mantido suas memórias, portanto se lembravam do que houve antes do colapso total do multiverso. Strange confronta Destino para poder ajudar seus amigos, inclusive os salva do poder divino do vilão. Por conta da audácia de ter enfrentado deus, inclusive dizendo que ele sempre teve medo do Senhor Fantástico, Destino pulveriza Strange.

Felizmente o domínio de Destino teve um fim e o próprio Senhor Fantástico recebeu o poder para restaurar o universo na medida do possível. Ele traz Strange de volta à vida, fazendo questão de apagar suas memórias sobre seu tempo ajudando o impiedoso deus do Mundo de Batalha. A vida continuou normalmente para o Mago Supremo.

Atualmente houve o estouro de uma segunda guerra civil entre os heróis. O aparecimento de um inumano capaz de ver o futuro fez com que os heróis se dividissem entre partidários da Capitã Marvel, que acredita em um destino imutável e quer usar esses poderes para prender criminosos antes que eles cometam crimes, e partidários do Homem de Ferro, que acha que o futuro pode mudar e considera injusto prender pessoas que até então são inocentes. Doutor Estranho, dessa vez, resolveu apoiar um lado e ficou com o Homem de Ferro.

Paralelamente, ele ainda enfrenta a maior ameaça à magia nos últimos tempos. Um grupo de adoradores da ciência chamado Empirikul, liderados por um sujeito chamado Imperador, estão destruindo todas as dimensões místicas e acabando com as fontes de magia. Além disso, eles ainda enfrentam e assassinam os Magos Supremos de cada dimensão. Strange sentiu os efeitos desse desequilíbrio, inclusive com as fontes sendo destruídas o mago está perdendo suas habilidades mágicas. Como um dos únicos magos supremos restantes, ele entrou em uma jornada para salvar a magia.


Como o Mago Supremo da Terra, podemos dizer que Stephen Strange é o maior mago do planeta. Talvez seu poder possa ser superado, entretanto o título indica que ele é o que melhor sabe usar seus poderes. Ele é conhecedor de várias magias, que lhe dão poderes como:
Projeção astral: Strange consegue adquirir uma forma astral que sai do seu corpo e pode voar por qualquer lugar, inclusive atravessando objetos sólidos e é invisível às pessoas comuns. Ele só consegue ficar até 24 horas nessa forma e enquanto isso seu corpo fica vulnerável.
Transmutação: a capacidade de transformar qualquer coisa em outra.
Teletransporte: mover-se instantaneamente de um lugar para outro.
Conjurar objetos: capacidade de criar objetos a partir do nada, ou trazê-los de um outro lugar do mundo.
Criar escudos: Strange é capaz de criar barreiras feitas de energia que servem como escudo contra ataques físicos ou outros ataques mágicos.
Projeção de energia: um dos mais usados, é basicamente disparar rajadas de energia.
Criar ilusões: ele é capaz de manipular a mente dos outros para fazê-los ver o que ele quiser.
Telepatia: Strange pode comunicar-se mentalmente com qualquer pessoa a sua volta.
Viagem dimensional: viajar para outras dimensões é uma das coisas que Doutor Estranho mais faz.
Telecinese: capacidade de mover objetos sem tocar neles.
Manipulação do tempo: ele é capaz de acelerar, deixar lento ou paralisar o tempo.

Ele ainda é capaz de perceber distúrbios no equilíbrio místico do mundo e aparentemente sua magia o faz viver por alguns anos a mais que o normal, pois mesmo tendo mais de 80 anos ele parece bem disposto. Há ainda muitas outras magias que não foram descritas aqui. Os poderes de Estranho foram diminuídos em escala e quantidade há um bom tempo. No seu auge ele conseguia até mesmo superar seres como os Celestiais e Galactus!
Ah, ele também é especialista em magia negra, inclusive algumas magias necromânticas. Apesar de conhecer muitos feitiços proibidos ele evita usá-los. Ainda é preciso dizer suas habilidades, afinal ele ainda é um gênio estrategista formado em medicina com altos conhecimentos sobre ocultismo e especialista em artes marciais.

Quanto aos seus pontos fracos, sempre é ressaltado que Stephen continua sendo um simples humano, por isso ele está sujeito a tudo que humanos estão, ele envelhece, sente cansaço, sono, pode ser ferido com golpes comuns, etc.

A grande maioria de seus feitiços precisam de palavras mágicas e gestos manuais para funcionarem, por isso se ele não falar ou mover as mãos não temos magia. Isso explica porque a primeira coisa que o Hulk fez ao atacá-lo foi quebrar suas mãos.

Strange é vulnerável à ciência. Ele não consegue realizar alguns tipos de magia, como duplicação, em objetos que foram criados pela ciência, como novas tecnologias. Por isso todas as suas armas são antigas, nada relacionado à lasers, pólvora ou mecanismos.

Na mais nova fase da Marvel (já de 2016) foi revelado que o uso constante de magia modificou o corpo de Stephen. Ele, agora, não consegue mais comer coisas comuns. Wong explica que Stephen só consegue se alimentar de algumas comidas bem intragáveis que matariam uma pessoa comum e que provavelmente vão matar Strange algum dia, mas ele não tem escolha a não ser morrer de fome. Isso é realmente novo, afinal ele aparece comendo coisas normais em edições de 2015.




Primeiro, vou falar de algo que não é bem um equipamento. É sua casa. O Sanctum Sanctorum (nome que vem do latim e quer dizer "sagrado dos sagrados") é uma mansão com uma longa história mística. Para começar, seu endereço: ele fica na Cidade de Nova York, no bairro Greenwich Village, numa esquina da Bleecker Street, número 177A, com CEP 10012-1406. Essa localização é onde convergem várias energias místicas do mundo todo. Antes da casa ser construída o lugar foi usado por muitos xamãs de tribos nativo-americanas para realizar seus rituais. Muito dos colonizadores usaram o lugar para sacrifícios pagãos. Por conta desse histórico poucas pessoas passaram muito tempo morando na casa, pois sempre se assustavam com os barulhos e manifestações. A mansão é muito maior por dentro do que por fora, possui centenas de portas que levam a outros lugares do mundo ou a outras dimensões. Nem mesmo Strange conhece o destino de todas as portas, afinal algumas delas surgem do nada sem que ninguém perceba. Alguns demônios e monstros habitam a casa escondidos. O próprio Sanctum consegue se disfarçar para parecer com estabelecimentos comuns e não despertar suspeitas. Há uma cozinha, grandes bibliotecas, quartos especiais par aguardar itens místicos, passagens secretas, dezenas de quartos de hóspedes (afinal a mansão é usada constantemente para abrigar heróis) e muitos outros cômodos. As paredes e janelas são protegidas com selos para evitar a entrada de visitantes indesejados.

Quanto aos itens pessoais, Doutor Estranho está sempre acompanhado de dois:
O Olho de Agamotto é um artefato confiado ao Mago Supremo. Ele é capaz de muitas coisas, como ampliar o poder místico do usuário, revelar lugares, pessoas ou coisas que foram afetados por magia, rastrear pessoas, ajudar a viajar para outras dimensões como um tipo de guia e muito mais.
Strange pode usar magias para voar, mas isso consome poder mágico e exige seu foco (então ele teria mais dificuldade para fazer outras magias ao mesmo tempo). Por isso ele usa o Manto da Levitação, uma capa com vida própria. O manto é capaz de voar por conta própria e mover-se como se tivesse membros, inclusive podendo enfrentar inimigos sozinho.


Alguns itens que ficam guardados no Sanctum Sanctorum:

O Orbe de Agamotto tem as funções de uma bola de cristal clássica, que Estranho usa para enxergar o mundo e procurar problemas que precisam ser combatidos.
A Varinha de Watoomb amplia poderes mágicos e ajuda na abertura de portais para viagens interdimensionais.
O Livro de Vishanti é a principal fonte de conhecimento mágico para defesa de Stephen, ao qual ele consulta sempre que preciso. Possui páginas infinitas com praticamente todos os feitiços defensivos e de cura do mundo.
O Anel do Ancião lhe permite adquirir todas as habilidades do seu corpo físico mesmo quanto ele estiver na forma astral.

Existem muitos outros itens: o cajado de Davi, o Talismã de Abraxas, o Orbe de Snnnr, o Oculus Oroboros, e muito mais. Porém não vou descrevê-los porque possuem quase os mesmos poderes, como canalizar energia mística, e foram usadas uma ou duas vezes apenas. Todo esse arsenal de itens foi construído com as viagens de Strange pelo mundo em busca de artefatos perdidos ou simplesmente pelas coisas que seus amigos trazem para ele na esperança de que fiquem bem guardadas em mãos confiáveis.

Nas edições mais recentes Doutor Estranho tem usado armas comuns, como espadas e machados, afinal já sabemos que sua magia só afeta coisas sem resquícios de tecnologia ou ciência avançada.



Vou começar esse tópico falando do Ancião. Yao, que é seu nome verdadeiro, foi o Mago Supremo da Terra por anos. Além de mestre de Strange nas artes místicas, Ancião foi seu conselheiro por muitos anos. Sempre que enfrentava alguma crise moral o velho era o primeiro que Strange procurava.


O jovem monge Wong foi mandado pelo Ancião para ajudar Strange assim que este voltou aos Estados Unidos. Lá ele é responsável por manter o Sanctum Sanctorum em ordem, limpando, organizando livros, itens místicos e tudo mais, e também é responsável por cozinhar e treinar Strange em artes marciais. Apesar de inicialmente ser um criado, Wong tornou-se o melhor amigo do Mago Supremo.


Strange já se envolveu com muitas mulheres em sua vida, mas provavelmente Clea foi seu maior amor. Ela é sobrinha do Dormammu, filha de Umar. Sua missão original era destruir Strange, mas se apaixonou por ele e ficou do seu lado, ajudando-o a derrotar seu tio. Os dois ficaram juntos por muito tempo. Clea se tornou também aprendiz de artes marciais e magia. Mas Strange ainda não tinha se ajeitado, e então começou a se sentir interessado pela jornalista Morgana Blessing. Clea decidiu não ficar no caminho desse romance e voltou para sua dimensão para liderar uma rebelião do povo contra o governante Dormammu.


Ao contrário do que muita gente pensa, Doutor Estranho nunca foi membro dos Vingadores. A equipe clássica de heróis já se aliou ao Mago Supremo em algumas aventuras, mas Strange nunca aceitou um convite para entrar no time. Os Vingadores acabaram em A Queda, e em Guerra Civil tivemos a origem de novos grupos, um deles os Novos Vingadores. Desse grupo, sim, Strange participou. Lá ele fez amizade com Homem-Aranha, Capitão América (Bucky Barnes), Luke Cage, Wolverine e outros, e foram eles que lhe deram suporte quando deixou de ser o Mago Supremo e precisou encontrar seu sucessor.



O Doutor Estranho é um dos fundadores dos Illuminati, um grupo com os heróis mais inteligentes e líderes de grandes grupos de heróis. Entre os membros temos o Raio Negro, Namor, Senhor Fantástico, Homem de Ferro e o Professor Xavier. Justamente por se tratar de um grupo de sujeitos intelectuais e um tanto arrogantes, Estranho se destaca um pouco por não ser mais desse jeito, e muitas vezes ele tem que ser a pessoa que equilibra os ânimos dos membros do grupo.


Outro grupo ao qual pertence e onde também é o mediador é os Defensores. Uma equipe inicialmente composta pelo Namor, um cara super-arrogante e que odeia trabalhar em grupo e o Hulk, que costuma puxar briga com todo mundo. Nesse meio Strange acabou sendo o mais sensato, por isso ele também era o responsável por convocar esses sujeitos quando um grande perigo aparecia. O Surfista Prateado começou a integrar a equipe também anos mais tarde.


Uma parceria improvável surgiu assim que Strange concluiu seu treinamento, contada na graphic novel Triunfo e Tormento. Ele, assim como muitos outros magos, foi convocado pelo Velho Gengis (um feiticeiro muito velho e poderoso) para um teste que ajudaria a definir o mais digno de se tornar o Mago Supremo. Vários magos foram eliminados no decorrer do teste, até sobrar apenas o Doutor Estranho e o Doutor Destino. Estranho ganhou o round final, e seu dever como vencedor era ajudar o que havia ficado em segundo lugar, como forma de mostrar o altruísmo que o Mago Supremo precisa ter. Destino desejou que Strange lhe ajudasse a buscar a alma da sua mãe, que estava em poder do demônio Mephisto. Então temos essa dupla improvável entrando no Inferno e enfrentando várias criaturas. Ao fim da aventura aparentemente tudo voltou a ser como era antes, um herói e um vilão sem qualquer conexão. Quando eles se  encontram novamente durante as incursões parece haver um ar de respeito entre eles.


Estranho também possui muitos amigos no mundo da magia. Ele costuma se encontrar com muitos deles no Bar Sem Portas, um estabelecimento em Nova York que apenas os bons feiticeiros conseguem achar. Entre seus amigos estão o Irmão Vudu, Daimon Hellstrom, a Feiticeira Escarlate e outros magos de vários países.
Em uma edição de Guerra Civil II desse ano, Estranho lidera um tipo de equipe de magos composta por Feiticeira Escarlate, Wiccano, Irmão Vudu, Daimon Hellstrom, Magia e Xamã.


Por ser tão pacífico e um ótimo conselheiro, Estranho é amigo de quase todos os heróis do Universo Marvel.


O maior inimigo do Doutor Estranho é Dormammu. Ele é uma criatura vinda da Dimensão Negra, um lugar que deveria ser seu cárcere após matar seu próprio pai. Mas Dormammu matou o governante dessa dimensão e a assumiu como parte de seu domínio. Ele deseja conquistar todas as dimensões existentes, embora após perder algumas vezes para o Ancião e para Estranho a Terra tenha se tornado seu maior objetivo. Ele é, de certa forma, onipotente e um dos maiores magos que existem. Também é imortal.



Cronologicamente falando, o Barão Mordo foi o primeiro inimigo de Strange, lá quando ele ainda treinava com o Ancião. Mordo também foi aprendiz do Ancião, porém era ambicioso e cruel demais para herdar o título de Mago Supremo, o que o deixou com bastante inveja de Strange. Ele até tentou destruir a dimensão terrena ajudando Dormammu. Se levarmos em consideração a quantidade de vezes que Mordo enfrentou Estranho, e não o nível de poder, podemos considerá-lo seu maior inimigo.


Outro poderoso adversário de Strange é a irmã-gêmea de Dormammu, Umar, outra conquistadora de dimensões maluca e obcecada. Ela é tão poderosa quanto o irmão e pode ser mais perigosa que ele, afinal é bem mais inteligente. Como parte de seu plano ela sequestrou Clea para força Strange a ir até sua dimensão, onde ela é mais poderosa.


Estranho já enfrentou o poderoso rei dos demônios e senhor do inferno Mephisto muitas vezes. Embora Mephisto entre em confrontos diretos contra outros personagens do mundo sobrenatural, como o Motoqueiro Fantasma, Strange já o encarou muitas vezes, como na já citada história onde ele ajudou o Doutor Destino a recuperar a alma de sua mãe.


Em sua primeira história publicada Strange enfrentou o vilão Pesadelo. Ele governa uma dimensão dos sonhos e se alimenta o medo das pessoas, gerado quando elas têm pesadelos. Por isso lhe é conveniente invadir o sonho dos humanos para atormentá-los. Dentro da dimensão dos sonho Pesadelo é capaz de fazer o que quiser, uma forma de onipotência.


O poderoso Shuma-Gorath enfrentou Doutor Estranho em uma batalha que abalou o mundo mágico e fez todos os sensíveis à magia sentirem seus efeitos. Ele é uma criatura de outra dimensão, onde é onipotente, e tentou invadir a Terra usando a mente do Ancião como porta de entrada, o que acabou matando o velho mestre.



Mais um inimigo do Ancião do que de Strange, Kaluu entrou muito no caminho dos dois. Ele cresceu com o Ancião e os dois aprenderam magia juntos, mas Kaluu queria usar os poderes para benefícios próprios. É um dos mais poderosos usuários de magia negra e necromancia, sendo capaz de impiedosamente mexer com almas e absorver a vida dos outros.



Doutor Estranho também tem um histórico enfrentando vampiros. Drácula é o maior e mais poderoso dos vampiros, com planos de dominação mundial e escravização da humanidade. Como citado na Biografia, Strange e seus aliados conseguiram matar Drácula e erradicar o vampirismo.
 

O mago Sise-Neg possui o poder de viajar pelo tempo e decidiu usá-lo para voltar até o início do universo, onde toda a fonte de magia estava concentrada e assim ele poderia roubá-la para si. Isso, obviamente, o tornaria o mago mais poderoso de todos (imagine o poder de todos os magos que conhecemos nas HQs contidos em uma única pessoa!). Seu confronto com Strange é um dos mais memoráveis da sua história.


O vilão do filme que será lançado é Kaecilius. Ele era um simples ajudante do Barão Mordo na caça ao Doutor Estranho. Para o filme ele foi completamente reformulado e será um mestre das artes místicas aprendiz de Mordo, mas com ambições grandiosas.


Existem muitos outros vilões ainda, porém decidi mostrar apenas esses, que são os mais importantes.




  • A capa do álbum A Saucerful of Secrets do Pink Floyd é uma forma de releitura artística de uma página do Doutor Estranho. Veja:


  • Alguns dos escritores e desenhistas das HQs do Doutor Estranho admitiram que usavam LSD para preparar as histórias. Isso explica os visuais tão psicodélicos, que por sinal também chamaram a atenção de leitores que curtiam folhear as páginas coloridas e malucas enquanto eles próprios estavam chapados. 
  • Originalmente Stan Lee queria chamá-lo de Mister Strange, mas no fim adotou o nome de Doctor Strange, que já pertencia a um vilão menor e desconhecido do Homem de Ferro publicado em 1963. Carlo Strange, ou Dr. Strange, era esse carinha aí:

  • A história de Sise-Neg e da criação do universo foi muito polêmica na época. Stan Lee quis que os roteiristas fizessem uma carta de retratação com a comunidade religiosa, que não tinha gostado do paralelo da história com as narrações bíblicas. Eglehart e Brunner, roteirista e desenhista, escreveram uma carta para Stan Lee se passando por um pastor que havia gostado da história e isso aliviou a situação.




Fora dos quadrinhos, Doutor Estranho já apareceu em:

Homem-Aranha e seus Incríveis Amigos (1981), no episódio 6 da primeira temporada "Os Sete Super-heróis".


X-Men: A Série Animada, no episódio "A Saga da Fênix Negra, Parte 3" da terceira temporada lançado em 1994.


Homem-Aranha: A Série Animada. Há um episódio focado nele, chamado justamente "Doutor Estranho", onde o Homem-Aranha se junta ao mago para salvar Mary Jane de Dormammu e Mordo.


O Incrível Hulk: Série Animada, no episódio "Mente sobre Antimatéria".


Super Hero Squad Show (Esquadrão de Heróis) em cinco episódios: "Lá vem o Dormammu", "Uma pirralha entre nós", "Noite no Sanctorum" (acho que no Brasil é traduzido como "Noite no Santuário"), "O Invasor da Dimensão Negra" e "A eleição do mal".


As animações do Disney XD (Vingadores Unidos, Ultimate Homem-Aranha e Hulk e os Agentes da S.M.A.S.H.) compartilham o mesmo universo e o Doutor Estranho aparece com um visual que não me agradou muito, e como o universo das animações tem forte influência do Universo Cinematográfico Marvel eu até fiquei com medo que esse visual fosse para os filmes.






Um visual mais próximo a essa versão anterior apareceu no anime Marvel Disk Wars: The Avengers. Apesar do uniforme ser bem legal, o cabelo cinza e aquela barba esquisita ficaram muito sem nexo.




Agora em relação aos jogos, Estranho aparece em cutscenes de The Amazing Spider-Man vs. The Kingpin, de 1991 para o Master System e o Game Gear, ambos da SEGA.


No game Marvel: Ultimate Alliance de 2006 ele é um personagem jogável, mas que precisa ser desbloqueado. Possui quatro aparências:


Doutor Estranho é personagem jogável em Ultimate Marvel vs Capcom 3. Então lá você pode vê-lo enfrentando o Nemesis do Resident Evil ou a Chun-Li do Street Fighter, por exemplo.

Também é personagem jogável em:

Marvel Super Hero Squad Online (2011).


Marvel: Avengers Alliance (2012), disponível no Facebook.


Marvel Avengers: Battle for Earth (2012), para Xbox 360 e Wii U.


Marvel Heroes (2013).


Marvel Contest of Champions (2014), para iOS e Android.


E nos dois jogos de Lego: Lego Marvel Super Heroes (2013) e Lego Marvel's Avengers (2016).



Entrando na área dos filmes, embora pouca gente conheça existiu um filme live-action do herói em 1978: Dr. Strange! A história original foi bem modificada e iria servir como piloto de uma série de TV, mas a ideia foi cancelada e lançaram como filme para TV (aqueles que não saem no cinema). Estranho foi interpretado por Peter Hooten. O resultado é uma porcaria, se quiser não assista, isso não acrescenta em nada na sua vida.


Em 1992 houve um projeto de filme do herói, porém a produção demorou e os direitos de uso do personagem expiraram. Isso obrigou o estúdio a mudar um montão de coisas para poder lançar o filme. O resultado se chama Doutor Mordrid e veja só como as modificações não conseguiram evitar comparações:



O herói ganhou um filme próprio em animação em 2008 chamado Doctor Strange: The Sorcerer Supreme (o nome original é bem mais legal, no Brasil ficou só "Doutor Estranho"). É uma animação muito boa para quem quer conhecer o básico do herói.


Depois das duas estranhezas em live-action finalmente teremos um filme decente do herói. Em novembro de 2016 estreia Doutor Estranho, com o mago sendo interpretado pelo incrível ator Benedict Cumberbatch e com um elenco de peso: a vencedora do Oscar Tilda Swinton como Ancião, Rachel McAdams como Christine Palmer, Chiwetel Ejiofor como Mordo, Benedict Wong como Wong e Mads Mikkelsen como Kaecilius, e direção de Scott Derrickson.


Referências:

  • A origem do Doutor Estranho e suas primeiras aventuras estão retratadas em Strange Tales, a partir da sua estreia em #110. Essa é a leitura básica para conhecer muitas histórias do personagem, contudo são um tanto difíceis de encontrar e muitas vezes é melhor procurar na internet, em inglês mesmo.
  • A saga da Eternidade: acontece na Strange Tales #130 até #146.
  • A aparição do Tribunal Vivo: o primeiro encontro com o Tribunal Vivo acontece em Strange Tales #158.
  • A história com Sise-Neg se passa em Doutor Estranho: Uma Estranha Realidade, Marvel Premiere de #9 até #12 e Doctor Strange #1 até #5. Esse arco foi publicado pela Salvat e está disponível aqui no Brasil.
  • O surto da Feiticeira Escarlate acontecem em Vingadores: A Queda. Você pode ver meu resumo completo da história clicando aqui.
  • Estranho contra Hulk está em Hulk contra o Mundo. Também fiz um resumo dessa, veja clicando aqui.
  • A história das incursões é contada principalmente em Novos Vingadores Vol. 3, e para depois da criação do Mundo de Batalha você deve ler as edições de Guerras Secretas (2015).
  • A segunda guerra civil que comentei é, obviamente, a publicada em Guerra Civil II. Ela começou esse ano e ainda está no comecinho, com edições publicadas mensalmente.

  • Estranho tentando salvar a magia dos Empirikul ocorre em Os Últimos Dias da Magia, que ainda está saindo nos Estados Unidos então só temos algumas edições.

Recomendo muito as graphic novels:
  • Doutor Estranho e Doutor Destino: Triunfo e Tormento
  • Doutor Estranho: O Juramento

Caso eu me lembre de algo mais eu vou deixando aqui!

_ _ _ _ _

Já vou começar a preparar uma do Punho de Ferro como preparação para a vindoura série dele!

Até a próxima postagem!
Comentários
1 Comentários

Um comentário:

  1. Muito bom. Já li bastante sobre o Dr. Destino mas nem de longe saberia resumir sua história de maneira tão brilhante. Parabéns pelo trabalho.

    ResponderExcluir