;

segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

Conheça Wanted!, a obra que fez Eiichiro Oda, criador de One Piece, ficar famoso

Em junho desse ano a Panini Comics anunciou que iria publicar aqui no Brasil a obra Wanted!, de Eiichiro Oda, o criador de One Piece. Bem, até a data desta postagem aparentemente nada foi publicado, pelo menos foi o que concluí com minhas pesquisas. Ficamos no aguardo...


Mas enfim, o que essa obra tem de especial?
Wanted foi escrito por Oda quando ele tinha apenas 17 anos (1992), mas só foi publicado oficialmente em 1998. É um compilado de cinco one-shots, ou seja, cinco histórias curtas contadas cada uma em um único capítulo. Foi com essa obra que ele entrou no ramo de mangaká e ganhou diversos prêmios por ela. Em uma das premiações mais famosas do ramo dos mangás, o Prêmio Cultural Osamu Tezuka, Oda faturou o segundo lugar com Wanted!, ganhando reconhecimento suficiente para começar a sua carreira e dar início ao que conhecemos hoje como One Piece.

Na abertura da edição, quando foi publicada em 1998, temos uma mensagem do autor, o chamado freetalk. Ele vem junto com uma foto de Oda. Está assim:

"Essa é uma coleção de "obras-primas". Não importa o que você diga, essa é uma coleção de "obras-primas".
 Você pode dizer que essas "obras-primas" são algumas bem sucedidas sucessoras da vontade de inúmeros one-shots por aí que foram deixados para apodrecer. Chamá-los simplesmente de "contos" seria uma vergonha.
Oh... mas espera, na capa, o subtítulo diz 'Coleção de contos de Eiichiro Oda'.......!!
Ah, tanto faz."

*Tradução livre, feita por mim.
A primeira história dá nome ao compilado. Wanted! é uma história de faroeste, pois aos 17 anos Oda tinha se influenciado bastante pelos filmes americanos de velho-oeste.
Deus e Bran
Depois vem o one-shot chamado Kami kara Mirai no Purezento (que significa Presente de Deus para o Futuro) e segue Bran, um jovem batedor de carteiras que recebe de Deus um caderno capaz de realizar qualquer coisa que nele for escrito por um dia, como uma forma de lhe dar uma lição. Oda disse que só criou essa história porque estava com vontade de desenhar uma grande construção sendo destruída!
Depois temos Ikki Yako, sobre um monge covarde que precisa ajudar um vilarejo a se defender de demônios que estão atacando.
Ryuma em Monsters e em One Piece.
O quarto é Monsters, que narra as aventuras do samurai Ryuma. No SBS do Volume 47, respondendo a um fã, Oda confirmou que Monsters faz parte da cronologia oficial de One Piece, tornando Ryuma, tecnicamente, o primeiro personagem de One Piece a ser mostrado. Se você não se lembra, ele aparece no arco Thriller Bark como um zumbi samurai.
E, por fim, Romance Dawn Volume 2. A história segue Monkey D. Luffy, um jovem com um chapéu de palha e o poder de se esticar que deseja se tornar um pirata... espera, isso soa familiar, não? É que Romance Dawn foi a base para Oda criar One Piece, então temos muitas coisas em comum, assim como algumas coisas bem diferentes como a personagem Ann (que depois virou Nami) e o fato do chapéu de palha ter sido dado a Luffy por seu avô. Se você está se perguntando de Romance Dawn Volume 1, saiba que ele foi lançado em 1996 e tinha personagens diferentes também, com apenas Luffy e sua história em comum. Shanks aparece só no Volume 1.





Hoje só temos a agradecer por essas histórias terem dado certo, graças a isso temos o maior mangá da história!

Enfim, eu acredito que todos que querem começar a criar histórias ou até mesmo trabalhar com mangás deveriam dar uma olhada nesses trabalhos, principalmente se você quiser comparar o andamento do seu projeto. Seria bem interessante!

Até a próxima postagem!
Comentários
1 Comentários

Um comentário: