;

domingo, 29 de dezembro de 2013

Os 15 Momentos mais Épicos de One Piece!

One Piece é o anime com mais momentos épicos de todos os tempos! Então resolvi juntar os melhores desses momentos.

Foi realmente complicado fazer esta lista. Fui analisando arco por arco, saga por saga e juntei 26 momentos. Mas achei isso demais.
Pensei mais um pouco e selecionei 18. Ainda achei muito e então consegui reduzir para 14. Daqui pra frente não consegui mais reduzir. Após fazer a postagem surgiu um novo momento, em um dos comentários, que eu não tinha me lembrado. Como era surpreendentemente épico, tinha que refazer a postagem. Mudei até o nome!

Os momentos que escolhi não são só aqueles em que temos clímax de grandes batalhas, mas são os momentos que nos emocionaram, nos fizeram gritar junto com os personagens, nos deram aquele ânimo, e alteraram o curso da história da série. É isso que estou levando em questão!

Essa lista vai até o arco de Punk Hazard! Logo será atualizada!



Então o meu trabalho foi organizar em ordem esses 15 momentos épicos. O resultado e o que você verá agora:

15° lugar:
Kuzan chega em Punk Hazard

Em Punk Hazard, Doflamingo havia derrubado todos os marinheiros em segundos e havia dado uma surra no Vice-Almirante Smoker. E estava prestes a matá-lo, porém, atrás dele surge Kuzan (Aokiji), ex-almirante, e diz: "Dá pra sair da frente. Ele é meu amigo!". E por incrível que pareça, Doflamingo (um dos vilões mais fortes da série, um dos Shichibukai, rei de Dressrosa, herdeiro dos Nobres Mundiais) se caga todo de medo de Kuzan, um homem preguiçoso, lerdo, mas com um poder amedrontador.
Considero esse momento épico porque foge um pouco dos protagonistas, mostrando que esse tipo de momento pode ocorrer até entre aqueles que nem secundários são. Além do mais mostrou que até mesmo os mais soturnos, como Kuzan, também dão valor à amizade e fazem de tudo, como enfrentar um inimigo poderoso, para salvar aqueles que são especiais para ele.



14° lugar:
A Ira de Garp

Quando Ace é morto por Akainu (veja mais a frente) ocorre um pânico e revolta sobre TODOS em Marineford, com exceção é claro dos marinheiros. Todos gritaram para alguém parar Akainu, mas tinham medo de fazer isso. Até mesmo Barba Branca chorou. Porém houve um único marinheiro que se revoltou: Garp, o "avô" de Ace. Garp quase exitava em deixar executar Ace, mas sabia que devia cumprir sua função. Mas quando o vê morrer pelas mãos de Akainu ele simplesmente corre para matá-lo, mas o Almirante de Frota Sengoku o segura. É então que Garp diz: "Me segure mesmo, Sengoku. Porque senão eu vou matar o Akainu!"
Eu sinceramente não admirava muito do Garp, gostava dele por ser cômico e tal, mas não admirava seu poder. Mas a partir daquele momento ele passou a merecer meu respeito, com certeza!



13° lugar:
Conciliação entre Luffy e Usopp

O navio Going Merry estava em péssimas condições após as diversas aventuras, e foi avaliado que não poderia navegar nunca mais. Então o Bando do Chapéu de Palha resolveu desistir de concertar o navio, porém Usopp não queria deixá-lo, afinal era a única lembrança de sua amiga Kaya. Então ele luta com Luffy, e acaba derrotado. Mas no final do arco, quando eles estão partindo, Usopp se ajoelha e chora, pedindo desculpas. Usopp esperava uma péssima reação de Luffy, mas se surpreende ao ver sua mão esticada para que ele se levante, e ao se levantar vê Luffy chorando também. Os dois choram juntos e se tornam amigos novamente.
Coloquei essa cena porque ela foi emocionante e engraçada ao mesmo tempo.



12° lugar:
A Marca da Amizade

Quando enfim o Bando do Chapéu de Palha consegue derrotar Crocodile, acalmar as coisas em Alabasta e resolver todos os problemas com a Baroque Works, eles resolvem partir como piratas de verdade: sem se despedir de ninguém. A Princesa Vivi se sente imediatamente abandonada por eles, com quem viajou por muito tempo. Mas o bando, de seu navio, ergue o braço, exibindo o "X" pintado para identificar quem era membro do grupo de verdade, por conta da habilidade de Bon Clay de se transformar em quem quiser. Vivi sorriu e chorou, pois os Mugiwara mostraram aquilo que se tornaria a "Marca da Amizade".
Gostei muito deste momento, porque mostrou como os Mugiwara eram gratos a Vivi, e como eles ainda permaneciam amigos após as aventuras. Foi um gesto simples, mas que mostrou muito.



11° lugar:
O Soco no Bellamy

Bellamy havia desafiado e ameaçado todo o Bando do Chapéu de Palha. Após fazer várias ofensas, ele pergunta a Luffy: "Você sabe dar um soco?". Luffy, extremamente sério, diz: "Se eu sei dar um soco?". E em seguida aplica um dos mais épicos socos da série, movendo apenas o braço e nocauteando Bellamy na hora.
Esse momento entrou para a lista porque podemos ver Luffy sério de verdade, mostrando que é forte o suficiente com apenas um soco.



10° lugar:
Luffy contra Os Três Almirantes

Um único Almirante da Marinha, Kizaru, foi capaz de detonar metade dos Supernovas, destruir várias tripulações piratas e humilhar o Bando do Chapéu de Palha. E olha que Kizaru é considerado "o mais fraco" entre os Almirantes daquela época, entre ele, Aokiji e Akainu. Agora, imaginem enfrentar esses três monstros poderosos sozinho?! E foi o que Luffy fez. Munido apenas de seu poder e de um mastro de navio ele vai sem medo para enfrentar os três almirantes. A batalha não teve um fim, mas provavelmente Luffy perderia, embora estivesse muito motivo, estava tendo suas técnicas submetidas ao poder dos adversários.
Não é o primeiro nem o último momento nesta lista que mostra a determinação de Luffy para salvar quem ele ama. Enfrentar os maiores poderes da Marinha para salvar seu irmão, esse é Luffy!



9° lugar:
O Sacrifício de Zoro

Após todo o Bando do Chapéu de Palha enfrentar Gekko Moriah, um dos poderosos Shichibukai, e seu exército de zumbis e saírem com a vitória, eles estavam extremamente cansados, alguns incocientes e outros mal podiam se mexer. Mas então Kuma, outro Shichibukai, chega e ameaça acabar com todo o bando. Seria o fim, com certeza, se não fosse por Zoro. Kuma diz que iria embora e os deixaria em paz após provarem sua devoção ao capitão, Luffy. Sanji se oferece, mas Zoro o nocauteia e diz que ele mesmo irá se sacrificar. O teste era receber toda a dor e cansaço que Luffy estava sentindo no momento, e Zoro o fez. Em troca, Kuma foi embora após usar sua habilidade para aplicar toda a dor de Luffy em Zoro, que mesmo tendo esse sofrimento adicionado ao seu, permaneceu de pé, firme, e ainda disse sua frase mais épica: "A dor dos meus amigos é a minha dor!".
Esse foi o momento em que Zoro provou sua devoção e amizade ao seu capitão, Luffy. Isso não era tão esperado, afinal Zoro demonstra o comportamento do "anti-herói" da série, aquele que deve rivalizar com o protagonista. Porém, One Piece é diferente dos demais.



8°lugar:
A Morte de Ace

Quando finalmente Luffy e seus novos amigos, os fugitivos da prisão de Impel Down com a ajuda dos Piratas do Barba Branca, conseguem libertar Ace da execução, tudo parecia tão perfeito. Luffy havia se reencontrado com seu irmão e os dois estavam juntos novamente, correndo em direção ao navio para fugirem da ilha da Marinha, Marineford. Mas então surge Akainu e ofende Barba Branca. Ace não aceita, afinal Barba Branca o acolheu como um pai. Então ele volta e enfrenta Akainu, atraindo Luffy e Jinbei para o confronto. Quando Ace é incapacitado, Akainu vê a chance de matar Luffy, que ele considera um problema gigantesco por conta da bagunça que ele havia feito ao declarar guerra ao Governo Mundial. E no momento em que ataca Luffy, Ace se joga na frente e tem seu peito perfurado pelo braço de magma de Akainu. Mesmo podendo se transformar em fogo, Ace é queimado por Akainu, e só consegue se despedir de Luffy, que entra em estado de choque e tem que ser resgatado por Jinbei. Mesmo assim, Ace morre sorrindo.
Esse foi um dos momentos mais tristes da série. Ver o sorriso de Luffy por libertar seu irmão e logo depois vê-lo chorar é realmente triste. Mas Ace morreu como um herói, salvando seu irmão, por isso merece toda a honra que um personagem pode ter.



7° lugar
"Eu sou seu amigo!"

No ápice do confronto na Ilha de Drum, o rei usurpador Wapol está prestes a destruir os sonhos da pequena rena Chopper de honrar seu "pai" humano adotivo. Chopper sempre foi rejeitado por seus parentes de espécie, mas encontrou em um humano, o Dr. Hiluluk, uma família. Após sua morte, Chopper voltou a ficar sozinho. Para evitar que Wapol tome de volta o castelo de Hiluluk, Chopper para sozinho na frente dele. Ele encara Wapol, mesmo certo de que nunca venceria. Ele anuncia que mesmo sozinho ele vai proteger a honra de seu pai. E é aí que Luffy grita "Eu sou seu amigo!" e se joga para derrotar Wapol, após salvar a bandeira de Hiluluk de uma explosão causada pelo vilão. Depois, acontece a cena onde Luffy convida Chopper para seu bando.
Sendo sincero, minhas pálpebras tremeram quando relembrei essa cena pra escrever. Histórias do Chopper sempre me deixam emocionado, ainda mais neste momento épico em que Luffy prova o poder da amizade, ignorando as diferenças que todos viam em uma rena falante de nariz azul, mostrando que não se importa com a aparência, e mostrando que a amizade é mais forte que tudo.



6° lugar:
Salvando Robin

Robin havia heroicamente se entregado ao Governo Mundial para que seus amigos fossem salvos, algo que ninguém poderia esperar, afinal ela até pouco tempo era apenas uma assassina do mal. Porém havia uma história de tristeza e solidão por trás de tudo, fazendo Robin acreditar que nunca teria amigos. Mas ela se surpreende ao ver que Luffy, Zoro, Nami, Sanji, Usopp (vestido como Sogeking), Chopper e até mesmo Franky estavam em Enies Lobby, uma ilha da Marinha cuja fuga era praticamente impossível, para salvá-la. Mesmo ela gritando que queria morrer, para que eles fugissem, ninguém desistiu dela. Robin então se lembrou do que seu único amigo, Saul, lhe disse no passado antes de morrer: "Um dia você vai encontrar amigos de verdade que se arriscarão por você!". Então ela para de gritar que queria morrer, e dá um dos gritos mais emocionantes da série: "Eu quero viver!". É o gatilho que faz seus amigos se lançarem para salva-la.
Outro grande momento emocionante na série. O grito de Robin, uma mulher fria e que não se ligava a ninguém, pedindo pela vida, nos faz pensar sobre até onde os amigos de verdade podem chegar para nos salvar. Épico!



5° lugar:
Shanks para a Guerra dos Melhores

No momento mais tenso da Guerra dos Melhores em Marineford, o jovem marinheiro recém-formado Coby sente que tudo aquilo era um desperdício de vidas. O objetivo de tudo era a execução de Ace, porém os piratas intervieram. Mas Ace foi morto do mesmo jeito, e a guerra continuou. Coby descobriu em um cadáver de marinheiro uma foto dele com a família, e então percebeu que precisava fazer algo. Mesmo sendo muito medroso teve seu momento de coragem e gritou pelo fim da guerra. Provavelmente despertando Haki sem querer ele conseguiu chamar a atenção de todos. Mas Akainu não gostou da disciplina no garoto e resolveu matá-lo. Coby ficou paralisado de medo e esperou pela morte, mas eis que surge Shanks, no momento exato e para o soco de Akainu com sua espada. Então ele anuncia: "Obrigado garoto, seu momento de coragem salvou a vida de muitos. Eu estou aqui, para acabar com essa guerra!". Depois ele fala que quem quiser continuar a guerra, deveria enfrentá-lo. Todos se calaram e resolveram ir embora.
Foi esse o momento que me esqueci de colocar, obrigado a Luisgranja4321 por me lembrar! Foi realmente épico, tanto que tive que remodelar algumas coisas na postagem, inclusive o título. Foi o momento em que descobrimos o quão forte Shanks é, e sua moral tão grande que fez todo mundo, inclusive Barba Negra, desistir da guerra como cachorrinhos medrosos. Shanks deixou Barba Negra, Akainu e Sengoku com o rabo entre as patas.

4° lugar:
O Soco no Tenryuubito

Os Tenryuubito são os descendentes dos Nobres Mundiais, fundadores do Governo Mundial, por isso se acham superiores aos demais. Eles tem autorização para fazerem o que quiserem, inclusive adotarem humanos como escravos. Isso os torna extremamente arrogantes e egoístas, inclusive se recusam a respirar o mesmo ar que as "pessoas normais", usando capacetes para isso. Charloss é um desses Tenryuubito, ele anda nas costas de humanos enquanto os bate para ir mais rápido. Ele estava na casa de leilões para comprar escravos, e se interessa pela sereia Keimi, pois queria colocá-la em um tanque de piranhas. Mas Keimi era a nova amiga de Luffy, que tenta resgatá-la. Para atrasar o povo, o amigo de Keimi, Hatchan, um homem-peixe, entra na frente de Charloss e recebe um tiro. Luffy fica extremamente nervoso e começa a caminhar lentamente na direção de Charloss, mesmo ouvindo suas ameaças e os avisos dos demais no salão de que atacar um Tenryuubito era um crime tão grave que um almirante poderia ser chamado. Mas Luffy não liga. E então ele aplica o soco mais épico da série até agora, nocauteando e deformando o rosto do Tenryuubito.
Gosto muito deste momento, pois acho que todos os fãs deram um soco junto com Luffy. Charloss, assim como os demais Tenryuubitos, são os personagens mais odiáveis da série, por isso esse soco mostrou que Luffy não se importa quem é seu inimigo, apenas quer proteger seu amigos. *Coloquei a imagem do mangá porque achei que ficou mais expressivo!



3° lugar:
Declaração de Guerra ao Governo Mundial

Em Enies Lobby, após Robin gritar para ser salva, Luffy declara guerra ao Governo Mundial, que é a maior força de todo o mundo. Para isso ele, bem sério, ordena que Sogeking queime a bandeira do Governo. Sogeking dispara uma de suas bolas incendiárias, queimando a bandeira. Isso foi considerado uma grande ofensa, e a declaração de guerra estava feita. A partir daí Luffy não poderia por os pés em qualquer ilha filiada ao governo, pois seria caçado até o fim do mundo. Mas ele não se importava.
A saga de Enies Lobby nos proporcionou vários momentos épicos. A declaração de guerra foi um momento que nos fez saltar da cadeira para comemorar, mostrando que Luffy chegara para virar o mundo de cabeça para baixo, como o lendário Rei dos Piratas, Gol D. Roger, fez no passado.



2° lugar:
A Morte do Merry

Quando os Mugiwara se encontram encurralados em Enies Lobby após salvarem Robin, misteriosamente o navio deles, Going Merry, surge que ninguém o estivesse pilotando. Mesmo quase que completamente destruído, Merry consegue salvar a tripulação, mas não aguenta mais velejar. Então é necessário fazer seu funeral, incendiando-o. Por incrível que pareça, Merry começa a falar na mente de cada um. Ele agradece pelos bons momentos que viveram juntos, e se desculpa por não poder ajudá-los a ir mais longe. Todos que presenciam o funeral caem em lágrimas, num dos momentos mais tristes da série.
Realmente, foi "chorável". Nunca pensei que me emocionaria com a morte de um navio. Mas o Merry era mais que um simples navio, era um amigo, e a perda de um amigo é realmente triste.



1° lugar:
A Separação dos Mugiwara

No Arquipélago Sabaody, a situação estava realmente difícil para os Mugiwara. O Almirante Kizaru havia derrotado quase todos os Supernovas e agora estava acompanhado de Sentoumaru, com os robôs Pacifistas da Marinha. Os Mugiwara estavam sendo derrotados um a um, e então perderam as esperanças de vencer. Luffy tem um raríssimo momento de desespero (RARO mesmo!) e ordena para seus amigos que simplesmente fujam. Mesmo assim não conseguem escapar. Quando Zoro está prestes a ser morto, Usopp mostra sua coragem, mesmo trêmulo de medo, e aponta seu estilingue para Kizaru. Mas é inútil. Porém é Rayleigh que surge a consegue atrasar Kizaru. Porém é quando Kuma aparece. Chopper não vê escolha e usa sua forma de monstro, mesmo assim ainda não consegue vitória. E Kuma faz todos os mugiwara desaparecem, um por um, com seu poder. Luffy vê tudo aquilo desesperado, gritando e chorando. É então que começa a se lembrar de todos os bons momentos que tiveram juntos, das aventuras e da diversão. Mas Kuma na verdade estava salvando a todos, enviando-os para bem longe de Kizaru, porém separadamente. Luffy só percebeu isso depois, onde manda uma mensagem secreta no jornal para o grupo se reencontrar de novo em dois anos. E é por conta deste ocorrido que Luffy jura se tornar mais forte sempre, para que aquilo nunca se repita de novo, que ele nunca perca seus amigos.
Eu considero esse momento o mais épico da série porque mostra todos os outros! Durante as lembranças do bando vemos o funeral do Merry, Luffy salvando Chopper, o grito de Robin pela vida, Franky se juntando ao bando, Brook agradecendo por estar vivo e com amigos novamente, entre muitos outros momentos. E a música de violino no fundo... Não tenho vergonha de dizer que foi a primeira vez que chorei vendo um anime. Esse momento me fez pensar e refletir sobre diversas questões, principalmente a amizade. Nós vemos o desespero dos Mugiwara, usando suas últimas e melhores técnicas, mas sendo tudo em vão. O desespero de Luffy ao ver seus amigos desaparecendo nos faz ficar desesperados também. Foi triste demais ver essa cena. Mas também é, na minha opinião, o momento mais épico da série!




_ _ _ _ _

E então, gostaram? Gostaria de saber a opinião de vocês. O que acharam a lista? Me digam se vocês alterariam alguma colocação, adicionaria ou tiraria um momento!

Até a próxima postagem!

sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

Origem dos nomes e aparência dos Pokémons - parte 1

Achei muito legal a forma como os nomes dos Pokémons tem um significado por trás, e que muitas vezes está ligada a aparência.

Então resolvi listar todas as relações aqui, com origem do nome, significado e um pouco relacionado a aparência.

Bulbasaur
Algumas vezes chamado de Bulbassauro, é a junção de duas palavras: bulbo e sauro. Ele possui um bulbo em suas costas e sua aparência lembra muito um dinossauro.
Veja um tipo de planta comumente chamada como bulbo:


Ivysaur
Junção das palavras ivy e saur (sauro). Ivy é o nome em inglês de uma planta, "hera", que ele possui nas costas. O sauro se aplica da mesma forma que Bubasaur. 
Veja na imagem o que é uma hera:


Venusaur
Junção das palavras Venus (nome de uma certa planta carnívora) com saur.
Na segunda imagem, uma planta venus:


Charmander
Junção das palavras Char (verbo em inglês que significa "chamuscar" ou "queimar") com mander (que vem de salamander, "salamandra" em inglês).
Em muitas culturas místicas a salamandra é associada como o "animal do fogo".


Charmeleon
Junção das palavras Char (expliquei ali em cima) com meleon (que vem de chameleon, "camaleão" em inglês).


Charizard
Junção das palavras Char com izard (que vem de lizard, "lagarto" em inglês).


Squirtle
Junção das palavras Squirt (relacionado a espirrar água) e tle (que vem da palavra Turtle, "tartaruga" em inglês). Seria algo como "Tartaruga que espirra água".


Wartortle
Junção de War ("guerra" em inglês) com Tortle (modificação de Turtle"tartaruga" em inglês). Seria algo como "Tartaruga de guerra".


Blastoise
Junção das palavras Blast (em inglês, algo como "rajada" ou "explosão") e Toitoise (em inglês, pode significar tanto "tartaruga" quanto "cágado"). Isso define os canhões que disparam rajadas de água em seu casco.


Caterpie
Vem de Caterpillar, que significa "lagarta" em inglês.


Metapod
Junção das palavras Meta (que pode vir de metamorphosis, "metamorfose" em inglês) e Pod ("casulo" em inglês). Define sua aparência, pois é um casulo de uma lagarta em metamorfose para se transformar em uma borboleta. Veja a comparação do Metapod com um casulo:



Butterfree
Junção das palavras Buttlerfly ("borboleta" em inglês) com Free ("livre" em inglês).


_ _ _ _ _

Logo mais posto a continuação!

Até a próxima postagem!

quarta-feira, 25 de dezembro de 2013

Akuma no Mi: Doku Doku no Mi


Nome: Doku Doku no Mi
Significado: Fruta do Veneno
Nomenclatura: "Doku" é "veneno" em japonês
Tipo: Paramecia
Usuário: Magellan
Estreia: Capítulo 528, Episódio 425

A Doku Doku no Mi permite ao usuário produzir veneno no seu próprio corpo e manipulá-lo como quiser, podendo usá-lo até para tomar formas de monstros. Magellan pode criar vários tipos de venenos diferentes, alguns capazes apenas de anestesiar a vítima e outros que podem matar em segundos.



O veneno pode ser usado como um tipo de escudo. O usuário cobre-se inteiramente com ele e assim fica imune a qualquer golpe físico, a menos que o oponente queira entrar em contato com o veneno. Também é possível criar paredes ou portas com veneno.




TÉCNICAS:

Hydra (Hidra)
Técnica mais usada por Magellan, em que ele produz uma grande quantidade de veneno que cobre seu corpo e assume a forma de um imenso dragão com várias cabeças, sendo assim capaz de atacar e envenenar vários inimigos ao mesmo tempo.



Chloro Ball (Bola de Gás Venenoso)
Magellan mastiga veneno e o assopra como se fosse uma bola de chiclete. Essa bola é jogada nos inimigos, que estoura, liberando um tipo de gás lacrimogênio, que causa irritação em quem o aspira.



Venom Road (Caminho Venenoso)
Técnica que permite Magellan viajar rapidamente por túneis de veneno, como por exemplo os pescoços de suas hidras.



Doku Fugu (Baiacu Venenoso)
Magellan infla se corpo, podendo suportar alguns golpes físicos. Na hora de um impacto Magellan cospe várias bolas de veneno. Acaba envenenando quem o ataca. É como um baiacu, daí o nome "fugu", que é como esse tipo de peixe é chamado no japão.



Doku Gumo (Nuvem Venenosa)
Magellan expira uma nuvem venenosa que cobre grandes áreas. Quem a aspirar é intoxicado na hora. Além do mais a névoa é tão densa que atrapalha a visão.



Venom Demon: Jigoku no Shinpan (Demônio de Veneno: Julgamento do Inferno)
É a técnica suprema de Magellan, em que ele expele seu veneno mais mortal, que chama de kinjite. O kinjite lhe cobre totalmente e assume uma forma demoníaca, que libera um vapor também muito tóxico. Esse veneno e seu vapor são tão tóxicos que podem afetar coisas inorgânicas, como rochas, que são corroídas e deterioradas por seu efeito.




_ _ _ _ _

Até a próxima postagem!

terça-feira, 24 de dezembro de 2013

A Guarda Estacionária de Shingeki no Kyojin

No mundo de Shingeki no Kyojin, os humanos dividiram sua força militar em três grandes grupos com o objetivo de se defender dos titãs e ainda manter a paz. Esses grupos são: a Tropa de Exploração, a Polícia Militar e a Guarda Estacionária.

Agora irei falar da Guarda Estacionária.



Também chamada de Guarda Imóvel, a Guarda Estacionária é responsável por vigiar as muralhas que cercam a civilização humana. Normalmente eles não trabalham o tempo todo, por isso ficam jogando e bebendo a maior parte do tempo.



Quando os titãs se aproximam das muralhas a função da guarda e evitar que eles as penetrem. Para isso eles possuem canhões, acoplados as próprias muralhas. Embora os canhões não possam matar os titãs, servem apenas para atrasá-los.
Membros da guarda também usam o mecanismo de manobra 3D para, agora sim, matar os titãs atingindo seu ponto fraco.



É o grupo com mais membros, já que ninguém quer ir para a Tropa de Exploração (por conta das altas taxas de mortalidade) e a entrada na Polícia Militar é muito difícil.
Seu comandante é Dot Pixis.



Membros:



Até a próxima postagem!

domingo, 22 de dezembro de 2013

A Polícia Militar de Shingeki no Kyojin

No mundo de Shingeki no Kyojin, os humanos dividiram sua força militar em três grandes grupos com o objetivo de se defender dos titãs e ainda manter a paz. Esses grupos são: a Tropa de Exploração, a Polícia Militar e a Guarda Estacionária.

Nesta postagem tratarei sobre a Polícia Militar.



O principal dever da Polícia Militar é manter a paz entre os humanos, resolvendo questões simples como distribuição de terras, coleta de impostos e controle da criminalidade. Outra função importante é a proteção do rei. Durante uma invasão sua única função é ajudar as pessoas a saírem das zonas de perigo.



Como a Polícia Militar raramente mantém contato com titãs (só ocorre em grandes invasões) é o grupo mais procurado por recrutas, porém a Polícia só admite os dez melhores alunos por vez. Devido a esse alto requisito e proximidade com o rei, os membros da Polícia Militar são muito prestigiados, embora sejam sempre muito orgulhosos e por isso são mal-vistos pelos demais grupos. A corrupção é muito frequente na polícia.




Poucos membros possuem o mecanismo de manobra 3D, a maioria usa armas de fogo, afinal eles não se preocupam com titãs, trabalho que sempre fica para a Guarda Estacionária. 



Membros:



Até a próxima postagem!